sábado, 22 de março de 2008

Guerra do Iraque faz cinco anos. E os motivos ainda não foram explicados

A invasão dos Estados Unidos no Iraque completou cinco anos no dia 20 de março sem mostrar qualquer avanço nos objetivos iniciais do governo norte-americano. Saddam Hussein foi derrubado do poder e condenado à morte, mas as armas de destruição em massa que o sanguinário presidente George Bush afirmava que o Iraque tinha nunca foram descobertas. A luta contra o chamado terrorismo, também defendida pelo governo norte-americano, não saiu do plano das idéias, pois não foi provada nenhuma ligação mais concreta entre o governo iraquiano e organizações como a Al Qaeda.
Para os EUA, o que tem marcado mais a guerra são as perdas econômicas e humanas. Especialistas dizem que o custo, orçado inicialmente em US$ 60 bilhões, já alcançou mais de US$ 600 bilhões. Valor que ainda não foi coberto pelos novos poços de petróleo que os norte-americanos pensavam em descobrir naquele país. Ainda há a situação dos soldados sobreviventes que, quando voltam aos Estados Unidos sofrem de graves problemas psicológicos, tendendo ao suicídio ou ao assassinato de outras pessoas, principalmente familiares. Nada menos do que 4 mil norte-americanos morreram, enquanto cerca de 600 mil iraquianos perderam a vida.
Bush será lembrado como um dos maiores assassinos de todos o tempos. Que saia do poder o mais rápido possível.

Um comentário:

Câmera Digital disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Câmera Digital, I hope you enjoy. The address is http://camera-fotografica-digital.blogspot.com. A hug.