terça-feira, 24 de junho de 2008

Beira-Rio: as obras que eu quero


Falam que as obras da popular e da cobertura do Beira-Rio começarão em breve. Prefiro deixá-las para depois.

A obra que eu quero tem que ser construída no miolo da defesa do meu Inter. Ela precisa de um muro intransponível onde os atacantes rivais sejam barrados a cada investida.

A obra que eu quero não pode ter uma cerquinha de madeira, derrubada a cada bola alçada para nossa área.

A obra que eu quero deve ter um corredor de concreto no meio de campo, capaz de impedir o avanço de jogadores de qualidade discutível.

A obra que eu quero precisa de cobertura para suprir os avanços tresloucados de nossos laterais em direção ao ataque.

A obra que eu quero precisa de uma ligação firme entre o meio de campo e o ataque, sem a qual não teremos gols para comemorar.

A obra que eu quero necessita de uma ponte aérea entre e Europa e Porto Alegre, capaz de trazer para jogadores como Fabiano Eller, Tinga, Daniel Carvalho e Sobis, entre outros.

Depois de erguidas estas obras, podem começar a derrubar o fosso que separa a coréia do campo e erguer as estruturas de cobertura de nosso estádio.

4 comentários:

Vinícius disse...

Muito bom tópico cara, parabéns

Cristine disse...

Genial!!!!!
Captou o pensamento do torcedor e escreveu com arte.
Tu é muiiiiiiiiiiiiiiiiiito bom.
bjs

Ary disse...

Perfeito. Parabéns, muito inteligente o seu texto.

Jader disse...

M-E-S-T-R-E..........sem mais.