segunda-feira, 30 de junho de 2008

Transgressores reclamam. Viva a lei!

A lei que instituiu a tolerância zero para bebidas alcoólicas aos motoristas é oportuna e só recebe crítica dos infratores contumazes. Ou seja, daqueles que bebem muito e pegam no volante em seguida. A população que teve um parente morto ou inválido por causa de um acidente que teve como ponto de partida a mesa do bar têm motivos para aplaudir. Leio que a ação das polícias nas ruas e rodovias têm sido intensa e já alcança resultados. Somente no Rio Grande do Sul, 79 condutores foram autuados no sábado e no domingo nas estradas federais, estaduais e nas cidades. Desse total, 60 foram presos por apresentarem teor alcoólico acima de 0,3 miligramas por litro de ar expelido nos pulmões. Não sou crítico ferrenho de quem gosta de uma cervejinha - também tomo eventualmente -, mas abomino aqueles que dirigem após ingerirem algumas doses. Estão colocando a sua vida ou de outras pessoas em risco. E tem gente dizendo que a lei está interferindo no direito das pessoas em beber. Não é isso. Está procurando preservar vidas.

Um comentário:

marcinha disse...

jorge
leia minh coluna no coletiva e eu nem tinha lido teu blog....acho que a gente é mesmo incrível...uma transmissão de pensamento...exceto no post de baixo (hehehe)