segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Luto pelas mortes na Fonte Nova




O nome do estádio Fonte Nova, em Salvador, deveria ser trocado. É velho. Foi o último entre 29 estádios brasileiros avaliados por um grupo de arquitetos e engenheiros. E o local onde se abriu um clarão que sugou dezenas de torcedores, matando sete deles, esteve em vias de ser interditado. O Ministério Público havia feito o pedido. Pergunta: quem liberou? A festa do Bahia, que retornou para a série B, foi marcada pela maior tragédia do futebol brasileiro. Quem pagará por isso?
A foto de Wélton Araújo, da Futura Pressa, mostra a parte da arquibancada que cedeu. Agora, com a morte dos torcedores, a interdição foi decretada.

Um comentário:

João Carlos disse...

Fiquei horrorizado com o que aconteceu. E lembro que outro dia fui ao Beira-Rio com meus filhos e a água vertia de algumas fendas da arquibancada superior. Será que outros estádios também não estão à perigo?
João