sexta-feira, 4 de abril de 2008

Parabéns, meu Internacional


Sou um privilegiado. Minha paixão por ti, Internacional, começou quando eu tinha cerca de 10 anos e ouvia teus jogos pelas ondas do rádio. Tu já tinhas formado grandes times, mas quem mandava na década de 60 - além dos militares golpistas - era o rival, o Porto-Alegre, que teima em se chamar de grêmio. Mesmo assim, não arredei o pé e meu coração continuou sendo vermelho. Cada vez mais vermelho.
O imponente Beira-Rio foi erguido e, com ele, o início das grandes vitórias, conquistadas em solo gaúcho e além do Mampituba. Vim morar mais perto de ti, em Porto Alegre, em 1972.
No ano seguinte, mais habituado com a capital gaúcha, passei a assistir aos jogos no gigante erguido à beira do Guaíba. Os títulos gaúchos foram sendo empilhados e chegou a hora de conquistar o Brasil. Jamais esquecerei o primeiro título, em 1975, graças a uma cabeçada iluminada do gringo Figueroa ante o timaço do Cruzeiro. Eu estava lá e retornei para o bicampeonato em 1976 e para o tri invicto em 1979. Achava, na época, que nenhuma glória poderia ser maior. Mas tu, meu colorado, és capaz de muito mais.
Deixaste escapar a Libertadores em algumas ocasiões, mas nós sabíamos que um dia chegarias lá. Depois de conquistares a Copa do Brasil em 1992, mostraste ao mundo a tua força no novo século. Foste campeão da América em 2006 - novamente eu estava no Beira-Rio - e muita gente já mostrava satisfação. Afinal, o adversário em Tóquio seria o poderoso Barcelona de Ronaldinho & Cia. Meu Inter, tu mostraste futebol e garra naquela final de 17 de dezembro, alcançando o título de Campeão do Mundo Fifa, jamais conquistado por outro time dos pampas.
Na tua contabilidade, já alinhas 37 campeonatos gaúchos, três brasileiros, a Copa do Brasil, a Libertadores, a Recopa e o Mundial, além de outros triunfos em torneios ao redor do Mundo. Honras o nome que tens, e eu me orgulho de torcer por ti. Parabéns pelos 99 anos de glórias. Quem venha o centenário!

2 comentários:

Denise Saueressig disse...

Grande texto, Jorge! Me emocionei, porque sei o que é amar esse Clube gigante! Um beijo enorme. Saudações coloradas! Denise.

Anônimo disse...

Parabéns para você e seu time, apesar de ser flamenguista!
Nina